DF e Goiás vão receber R$ 4 e R$ 10,2 milhões respectivamente para compra de medicamentos

Ministério da Saúde libera recursos para combate à dengue no DF Foto: Reprodução Antônio Cruz/Agência Brasil

Valores são destinados ao reforço na hidratação — com a compra de soros — e outros medicamentos que servem para o tratamento da dengue

Diante da epidemia de dengue, um incremento financeiro —  liberado por meio de uma portaria do Ministério da Saúde — vai liberar recursos para todas as 27 unidades da federação. Serão R$ 312 milhões para a compra de medicamentos e para sintomas da doença.

O Distrito Federal vai receber R$ 4.070.612,00 para ajudar unidades de saúde na compra de soro e outros medicamentos necessários no manejo clínico da dengue. Os valores serão repassados aos municípios — e os gestores devem decidir que medicamentos comprar.

O estado de Goiás vai receber R$ 10.238.944,00 para ajudar unidades de saúde na compra de soro e outros medicamentos necessários no manejo clínico da dengue. Os valores serão repassados aos municípios e os gestores devem decidir que medicamentos comprar.

Segundo a ministra da Saúde, Nísia Trindade, neste momento a prioridade é evitar mortes e complicações causadas pela doença, tudo isso paralelamente ao controle do mosquito. 

“Neste momento, onde há situação de emergência, o nosso foco tem que ser continuar o controlar o combate ao mosquito, mas temos que ter atenção prioritária em impedir casos graves, ou quando os casos graves ocorrem – e há muitas razões para isso — que sejam tratados adequadamente. Salvar vidas e evitar mortes”, ressaltou. 

Estratégia de redistribuição da vacina 

Um dos aliados contra a doença — a vacina — vem sendo aplicada em jovens de 10 a 14 anos em 16 estados, mas o Ministério da Saúde vai redefinir a estratégia de distribuição das doses. De acordo com a ministra Nísia Trindade, a medida busca o melhor aproveitamento das doses seguindo um novo ranking estabelecido pelo Departamento do Programa Nacional de Imunizações (DPNI) — com ampliação de estados e municípios.

O Distrito Federal foi a primeira unidade da federação a receber as doses do imunizante Qdenga. Foram mais de 71 mil doses recebidas e o esquema vacinal é composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

Goiás começou a vacinação contra a dengue no dia 15 de fevereiro. O estado recebeu mais de 158 mil doses do imunizante que foram distribuídas a 134 municípios. O esquema vacinal é composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem