Lote 5 do Juntos pelo Araguaia vai recuperar 50 hectares de áreas degradadas

Objetivo do programa é promover a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradadas da bacia hidrográfica do Rio Araguaia (Foto: Semad)
Objetivo do programa é promover a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradadas da bacia hidrográfica do Rio Araguaia (Foto: Semad)

Por Juliana Carnevalli - Agência Cora Coralina 

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), a Rumo Malha Central S.A., empresa investidora, a STCP Engenharia de Projetos LTDA, responsável pela execução, e o Escritório Executivo do Juntos pelo Araguaia (JPA) lançam o Lote 5 do programa, no dia 15 dezembro. Nesse lote, serão contemplados os municípios de Mineiros, que abriga nascentes do Rio Araguaia, e Portelândia. 

O lançamento, no Auditório principal da Unidade I do Centro Universitário de Mineiros (Unifimes), contará com a presença da secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andréa Vulcanis.

"Mais um parceiro muito significativo no novo lote do Juntos pelo Araguaia e, assim, a gente avança com muita força no destino de cumprir a nossa meta de restauração da bacia do Alto Rio Araguaia. É uma participação importante, que fará com que outras empresas venham no rumo da Rumo", pontua a secretária Andréa Vulcanis.

"Para a empresa Rumo, investir na restauração do meio ambiente e em projetos tão importantes, como o Juntos pelo Araguaia, é um dos grandes compromissos da companhia. Vamos recuperar 50 hectares de áreas degradadas às margens do Araguaia e afluentes, uma bacia hidrográfica de tamanha relevância para todos nós", afirma a gerente da área de Gestão Ambiental, Patrícia Ruth Ribeiro. 

"Além do plantio, vamos promover oficinas de interesse social para as comunidades lindeiras e atividades com estudantes dos dois municípios para promover a cultura da restauração e conservação ambiental", destaca a gerente.

Juntos pelo Araguaia

O Juntos pelo Araguaia vai muito além de um simples programa de restauração ambiental. Ele visa capturar mentes e corações em favor do Cerrado e da regeneração da natureza. 

A inovação do JPA está marcada pela ação conjunta, integradora e participativa. O objetivo é promover a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradadas da bacia hidrográfica do Rio Araguaia, sendo 5 mil ha em Goiás e 5 mil ha em Mato Grosso.  

Na cooperação público-privada, o Governo do Estado de Goiás, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad-GO), e o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Sema-MT), são os curadores técnicos e institucionais do programa.

Os investidores são as empresas Anglo American, Hypera Pharma, State Grid e Rumo Malha Central. A Pilar Gold Inc é agente de sustentabilidade.

A execução está a cargo do Instituto Espinhaço e STCP Engenharia de Projetos. A rede de sinergia engloba a Universidade Federal de Viçosa (UFV), responsável pelos estudos científicos do programa, Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg)/Senar/Ifag/Sindicato Rural.

Em Goiás, as prefeituras municipais de Aragarças, Bom Jardim de Goiás, Baliza, Piranhas, Santa Rita do Araguaia, Mineiros e Portelândia são as apoiadoras locais.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

5/recent/post-list