Representantes de nove países conhecem produção sustentável de grãos em Goiás

Representantes de nove países e gestores da Seapa em visita à fábrica da Solubio, em Jataí (Foto: Brunno Falcão)
Representantes de nove países e gestores da Seapa em visita à fábrica da Solubio, em Jataí (Foto: Brunno Falcão)

Representantes de nove países latino-americanos, europeus e asiáticos conheceram, nesta quinta-feira (23/11), detalhes sobre a produção sustentável de grãos em Goiás. O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende, acompanhou o grupo em visita a Jataí, no Sudoeste goiano, e apresentou um panorama do agronegócio goiano.

Por Hosana Alves - Agência Cora Coralina

Ele enfatizou as ações do Governo de Goiás para estimular práticas amigáveis ao meio ambiente, como a utilização de insumos biológicos. Os integrantes das missões diplomáticas de Argentina, Bélgica, Canadá, Costa Rica, Filipinas, França, Hungria, Itália e Portugal também conheceram a fábrica de bioinsumos da Solubio, empresa que é referência no tema.

Diversificação e sustentabilidade

Em sua apresentação, Rezende destacou os resultados que o agronegócio goiano tem alcançado e fez uma menção especial à diversificação da produção agropecuária na região de Jataí. Ele citou ainda os benefícios da produção e utilização de bioinsumos, lembrando que Goiás foi o primeiro estado brasileiro a instituir um programa específico sobre o tema.

"Os bioinsumos são fundamentais para proporcionar sustentabilidade aos sistemas de produção, reduzir custos e principalmente diminuir a dependência de produtos de base química, muitos deles importados e sujeitos às oscilações do mercado internacional", disse.

O secretário também enumerou os segmentos em que o agro goiano se destaca nacionalmente e ressaltou o potencial de expansão da produção agrícola no estado.

"Goiás pode até dobrar sua área agrícola apenas convertendo passagens degradadas, sem que haja necessidade de abertura de nenhuma nova área de proteção permanente. Essa é uma característica que poucos estados têm. E isso já tem ocorrido, principalmente nas regiões do Vale do Araguaia, Norte e Nordeste. Temos observado uma substituição gradual das áreas de pastagens degradadas por áreas agrícolas", afirmou.

O prefeito de Jataí, Humberto Machado, participou da recepção aos embaixadores e assessores das nove representações diplomáticas. Ele deu boas-vindas aos visitantes. "Nós somos um país que tem agricultura evoluída, atingindo produtividade em destaque mundial. Estamos atacando agora nos bioinsumos, que são esperança para humanidade", discursou.

Falando em nome dos representantes estrangeiros, o agente de Desenvolvimento Econômico da Embaixada da França no Brasil, Delphin Jamme, agradeceu a receptividade e se mostrou impressionado com o que viu. "O que vimos aqui foi um exemplo muito bom de sustentabilidade e de inovação. Na França não existe algo assim, então para nós é fenomenal ver isso aqui", declarou.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem