Distritais alertam sobre possibilidade de epidemia de dengue no Distrito Federal

Imóveis são inspecionados por agentes da  Vigilância Ambiental do GDF no combate à dengue. - Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O deputado João Cardoso, do partido Avante, utilizou a tribuna da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) nesta quarta-feira (1º) para emitir um sério alerta em relação à iminente ameaça de uma epidemia de dengue no Distrito Federal, prevista para o final deste ano. Segundo o parlamentar, o risco de um surto de dengue é resultado direto do término do contrato temporário dos agentes de vigilância.

Cardoso expressou sua preocupação, observando que mais de 400 agentes de vigilância já não estão mais ativos. "São mais de 400 agentes que já não estão mais trabalhando. Se não for recomposto esse grupo, teremos uma epidemia. Isso vai gerar um colapso na saúde pública do DF no fim do ano", alertou o parlamentar.

Nesse sentido, o deputado Pastor Daniel de Castro, do Partido Progressista (PP), ecoou o aviso de João Cardoso, enfatizando a necessidade de ação imediata. "Não podemos ficar inertes diante da falta de recursos para os agentes de vigilância. Quero sugerir que esta Casa faça uma audiência pública urgente para que possamos buscar uma saída e salvar vidas", declarou o distrital.

É importante salientar que a dengue é uma enfermidade viral disseminada por mosquitos, com sintomas que incluem febre elevada, erupções cutâneas, além de dores musculares e articulares. Nos casos mais graves, podem ocorrer hemorragias intensas e choque hemorrágico, definido como a perda de mais de 20% do sangue ou fluido corporal, com potencial risco de vida. É fundamental notar que indivíduos que contraem o vírus pela segunda vez enfrentam um risco significativamente maior de desenvolver complicações graves.

Com informações da CLDF

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

5/recent/post-list