Saúde realiza último dia da Campanha de Multivacinação neste sábado



O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, convoca a população para o último dia da Campanha Estadual de Multivacinação 2023, que ocorre neste sábado (14/10).

As salas de imunização dos municípios goianos estarão abertas ao longo do dia. O objetivo é receber os pais e responsáveis que não tiveram tempo de levar os filhos menores de 15 anos durante a semana.

A pasta orienta que a população procure se informar junto às secretarias municipais de saúde com relação aos postos e horários disponíveis em cada cidade.

“Neste dia 14 de outubro teremos a finalização da nossa Campanha de Multivacinação Estadual, onde os 246 municípios se empenharam com o fortalecimento das suas salas de vacina e também com o Dia D que aconteceu o último dia 7. Isso para vacinarmos o maior número de crianças e adolescentes menores de 15 anos. Se você ainda não foi a um posto de vacinação levar seu filho para verificar a carteira vacinal, leve, ainda dá tempo”, convoca a superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Flúvia Amorim.

Números baixos

Ao todo, 84.409 pessoas compareceram aos postos durante a primeira semana e Dia D (34.317 pessoas na primeira semana e 50.092 no Dia D).

Desse total, 68% (57.344) das crianças e adolescentes precisaram se imunizar porque estavam com alguma vacina em atraso ou já estavam no período de tomar o imunizante, enquanto 32% dos que compareceram já estavam com a caderneta de vacinação atualizada.

Os números ainda são considerados baixos, diante das coberturas vacinais em queda nos últimos 5 anos. Nenhuma delas tem hoje cobertura ideal, de 90 ou 95%, conforme preconiza o Ministério da Saúde.
Vacinas

A campanha disponibiliza um total de 17 vacinas previstas do Programa Nacional de Imunização (PNI). Elas protegem contra mais de 30 doenças diferentes, incluindo a poliomielite (paralisia infantil), coqueluche, meningite e difteria.

“Após o dia 14 de outubro, essas vacinas continuarão a serem disponibilizadas para a população, porém não com tantas salas de vacina e não com tantos horários alternativos, voltando a rotina das salas de vacina de cada município”, explica superintendente da SES, que ressalta a importância da vacinação.

“Para evitarmos o retorno de doenças erradicadas ou já controladas, é importante vacinar todas as crianças e adolescentes. A vacina protege e é segura”, conclui.

Com informações de Petras Souza - Agência Cora Coralina de Notícias

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

5/recent/post-list