Enem 2023: conhecimentos de Filosofia podem ajudar a melhorar desempenho no exame

  

Crédito: Envato

Ao longo da história, pensadores de todas as partes do mundo vêm tentando decifrar as principais questões em torno da vida. Por isso, em 2006, a Filosofia foi incluída entre as disciplinas obrigatórias do Ensino Médio no Brasil. Essa área do conhecimento apresenta aos estudantes a oportunidade de desenvolver um pensamento independente e crítico. Uma boa base filosófica, com conhecimento dos principais autores e conceitos, pode contribuir significativamente para as respostas de todas as questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e dos vestibulares. Saber Filosofia também contribui para o desenvolvimento de uma boa redação.

Por permitir esse desenvolvimento do pensamento próprio, a Filosofia tem um papel importante durante a época de realização de vestibulares, já que o Ensino Médio é visto como uma fase de consolidação da personalidade e das tomadas de decisão dos jovens estudantes. É o que explica o professor de Filosofia e coordenador pedagógico na Conquista Solução Educacional, Robson Ghedini. “O estudo da Filosofia permite que o aluno amplie seu entendimento sobre o mundo, o que o leva a interpretar os acontecimentos de forma mais aguçada, aumentando a compreensão das questões de diversas áreas da humanidade e amplificando o repertório para a escrita da redação”, destaca.

No momento de escrever a redação, por exemplo, além da ampliação do repertório, estudar Filosofia pode ajudar o candidato a construir uma argumentação sólida para garantir que seu ponto de vista seja esclarecido de forma competente. “Por mais complexa que uma teoria filosófica possa parecer, a chave para trazê-la ao texto argumentativo é a capacidade de adaptação do conceito abordado. Ao entender a base da ideia, basta aplicá-la com assertividade no texto para construir um argumento consistente”, aconselha Robson.

O especialista ressalta que é praticamente impossível conhecer toda a história da Filosofia, visto que são milhares de anos de histórias e teorias. Entretanto, um conhecimento amplo sobre o assunto, destacando alguns pontos da história da disciplina, já garante bons resultados. “A principal dica é entender o básico dos acontecimentos gerais do desenvolvimento filosófico, entendendo, ao menos, os episódios mais relevantes e os principais pensadores dos períodos das filosofias antiga, medieval, moderna e contemporânea”, aponta Ghedini. Para isso, ele recomenda consumir livros, podcasts e videoaulas para ampliar o conhecimento nessas principais áreas.

Para entender melhor os acontecimentos e teorias relevantes de cada um desses períodos da Filosofia, é fundamental saber quais são os principais pensadores de cada época. “Na filosofia antiga, destacam-se as teorias de Tales de Mileto, Platão, Aristóteles e, claro, Sócrates. Na era medieval, que foi muito influenciada pela religião, os principais nomes eram o de Justino, São Tomás de Aquino e São Paulo”, revela. O especialista ainda indica os filósofos Maquiavel, Rousseau, Descartes e Kant nas teorias modernas, além de Habermas, Nietzsche e Foucault na era contemporânea, ressaltando que “não é necessário saber tudo sobre todos esses pensadores, mas quais foram as contribuições relevantes de cada um para cada período da história”, finaliza.

 

Sobre a Conquista Solução Educacional

A Conquista é uma solução educacional que oferece aos alunos da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do Ensino Médio uma proposta de educação e futuro que integra a família, a escola e a comunidade. Com diversos recursos, material didático completo e livros de Empreendedorismo e Educação Financeira, o objetivo da solução é ajudar, de forma consistente, os alunos no processo de aprendizagem e estimular o desenvolvimento de suas capacidades. Atualmente, mais de 1.700 escolas de todo o Brasil utilizam a solução.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

5/recent/post-list