Dia Mundial da Visão: oftalmologista alerta que cegueira pode ser evitável

  

Este ano, o Dia Mundial da Visão será no dia 12 de outubro. A data é marcada anualmente, na segunda quinta-feira do mês de outubro, e tem como objetivo conscientizar a população global sobre as causas da cegueira e a importância de prevenir e tratar doenças oculares. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 2,2 bilhões de pessoas têm algum tipo de deficiência visual, sendo que pelo menos um bilhão delas enfrenta deficiência visual moderada ou grave.


Recentemente, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) divulgou o relatório As Condições da Saúde Ocular no Brasil 2023, destacando que pessoas de faixas etárias mais elevadas e com menor poder aquisitivo estão mais suscetíveis a problemas de visão, incluindo cegueira ou baixa visão. 


O Dr. Elmer Salviano, oftalmologista do Hospital de Olhos de Cuiabá (HOC) ressalta que a catarata e os erros de refração não corrigidos estão entre os principais problemas de visão, respondendo por 75% de todos os tipos de deficiência visual entre os idosos. ‘“Felizmente, muitos desses casos podem ser tratados e revertidos quando detectados precocemente, demonstrando ainda mais a importância da prevenção e da realização de exames”, enfatiza o oftalmologista.


Assim como a idade, a faixa de renda desempenha um papel significativo nas questões relacionadas à saúde ocular no Brasil e em todo o mundo. Estima-se que no Brasil, aproximadamente 1,5 milhão de pessoas vivam com cegueira, e a grande maioria dessas pessoas está situada em grupos economicamente vulneráveis.


A correlação entre a baixa renda e problemas de visão é um reflexo das complexas disparidades no acesso aos cuidados médicos, incluindo cuidados oftalmológicos. “As pessoas com baixa renda muitas vezes têm menos acesso a informações sobre saúde ocular e podem não estar cientes da importância dos exames oftalmológicos regulares. Além disso, os custos associados aos cuidados oftalmológicos, como exames, óculos e cirurgias, podem ser proibitivos para aqueles que têm recursos financeiros limitados. As barreiras geográficas e logísticas tornam ainda mais difícil procurar ajuda médica quando necessário”, explica Elmer. 


O Dr. Elmer destaca também a conscientização sobre hábitos que adotamos e podem prejudicar gradualmente nossa visão. “Esfregar os olhos pode introduzir sujeira e bactérias, podendo causar infecções ou danos à córnea. Além disso, tempo excessivo de tela, sono inadequado, e má nutrição, bem como negligenciar exames oftalmológicos regulares, são hábitos que podem contribuir para problemas”.


Segundo o especialista, a data é fundamental para alertar sobre a importância da detecção precoce, do acesso a cuidados oftalmológicos e da conscientização sobre os problemas de visão. “O objetivo não é apenas prevenir a cegueira evitável, mas também melhorar a qualidade de vida daqueles que já enfrentam desafios de visão”, afirma o médico do Hospital de Olhos de Cuiabá (HOC).  

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas

5/recent/post-list