$type=grid$count=5$l=0$rm=0$a=0$cm=0$m=0$s=0

Cuidados paliativos: hospitais SUS encontram alternativas e se tornam referência no acolhimento a pacientes com doenças graves

Cuidados paliativos colocam paciente com doença incurável no cerne do cuidado, respeitando até último momento seus desejos e sua individuali...

Cuidados paliativos colocam paciente com doença incurável no cerne do cuidado, respeitando até último momento seus desejos e sua individualidade
Créditos: Freepik

 Apenas 5% dos hospitais com mais de 50 leitos do país têm equipes capacitadas nesse tipo de tratamento; 50% deles são públicos

Todos os dias eles se dedicam a respeitar o tempo da morte, a lembrar que cuidar é mais importante que curar e a questionar-se sobre prolongar a vida ou aceitar o fim. Situações assim se repetem na rotina de profissionais da saúde que trabalham nos cuidados paliativos do Hospital Universitário Cajuru, em Curitiba (PR). Quem chega para receber esse atendimento, muitas vezes tem poucas chances de cura, mas ao entrar nos corredores do hospital, logo se surpreende. Num lugar onde a morte é encarada de frente, há sempre alguém contando uma história e perto de quem ama. A tristeza é amenizada pela convicção de que não se está sozinho, nem para enfrentar a dor física da doença nem para lidar com a dor psíquica da proximidade da morte. 

Diante de uma doença incurável ou de um diagnóstico pessimista, é possível ter esperança e conforto. Um estudo americano que analisou a evolução de pessoas com câncer de pulmão avançado mostrou que aquelas que receberam cuidados paliativos precocemente, associados ao tratamento usual da doença, tiveram melhor qualidade de vida e menos sintomas depressivos do que as que receberam só a terapia convencional. E, apesar de ter se submetido a menos procedimentos agressivos no fim da vida, o grupo dos paliativos viveu quase três meses a mais. O experimento foi considerado um divisor de águas e influenciou a Sociedade Americana de Oncologia Clínica a recomendar a introdução dos cuidados paliativos ainda na fase do diagnóstico. 

É provável que boa parte das pessoas ainda não saiba o que são cuidados paliativos ou só entenda a sua real necessidade após receber o diagnóstico de uma doença grave. A prática é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como a assistência promovida por uma equipe multidisciplinar de saúde que objetiva a melhoria da qualidade de vida do paciente e de seus familiares diante de uma doença que ameace a vida, por meio da prevenção e alívio do sofrimento, da identificação precoce, da avaliação e do tratamento da dor e demais sintomas físicos, psicológicos e espirituais. “São medidas que devem ser feitas em conjunto com outras especialidades e o tratamento é indicado para qualquer paciente portador de doença grave, progressiva e crônica, não apenas próximo de sua morte”, explica a médica clínica-geral no hospital de Curitiba, Larissa Hermann Nunes.

Em todo o mundo, anualmente, estima-se que mais de 56,8 milhões de pessoas necessitem de cuidados paliativos, incluindo 31,1 milhões com doenças graves e progressivas e 25,7 milhões perto do fim da vida, de acordo com o Atlas Global de Cuidados Paliativos, publicado em 2020 pela Organização Mundial da Saúde e pela ONG Worldwide Palliative Care Alliance. Já no Brasil, em cada dez habitantes, nove enfrentam uma doença grave antes de morrer. E isso pode significar um longo e cruel percurso de sofrimento. Nesse cenário, ainda é escasso o acesso a serviços de cuidados paliativos no país, com apenas 191 unidades. Estima-se que somente 5% dos 2,5 mil hospitais com mais de 50 leitos oferecem cuidados paliativos. 50% deles são públicos. Os dados são do Atlas dos Cuidados Paliativos no Brasil, publicado em 2019. 

Paciente como protagonista

"Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance, não somente para ajudar o paciente a morrer em paz, mas também para que ele tenha conforto até o dia de sua morte." A frase da médica Daniela Thomaz resume a abordagem que coloca o paciente com doença incurável no cerne do cuidado, respeitando até o último momento os seus desejos e a sua individualidade. E essa é uma das vertentes do trabalho que ela realiza na enfermaria de clínica médica do Hospital Universitário Cajuru, de atendimento 100% SUS. "De tempos em tempos, são realizadas reuniões para melhorar o serviço e trocar aprendizados. Hoje, nosso hospital é referência nos cuidados paliativos na capital paranaense", conta a profissional que atua junto à coordenação de cuidados paliativos da instituição.

Falar sobre a perspectiva da finitude, sobretudo no Brasil, ainda é tabu. Mas é preciso abordar a questão e olhar o paciente de uma forma mais humana, compartilhando suas dores. “Cuidar com qualidade passa por detalhes corriqueiros e por questões logísticas, como liberar o horário de visitas na UTI, pois o convívio afetivo melhora o desânimo e os desconfortos. E até por pequenas extravagâncias, como proporcionar um jantar especial a um idoso internado que está celebrando o aniversário", relata a médica Larissa Hermann. 

Os princípios dos cuidados paliativos são aliviar a dor, não antecipar a morte, respeitar escolhas e apoiar famílias. Para alcançá-los, o Hospital Universitário Cajuru lança mão de diversas abordagens, entre elas, as terapias com voluntários do grupo Anjos Solidários e cães da ONG Amigo Bicho, com interações que trazem ganhos importantes para pacientes. "O objetivo principal é humanizar o atendimento e dar dignidade em todas as fases de uma doença. Há casos em que o paciente, já sem esperança e vontade de viver, melhorou com os cuidados que recebeu, e muitos, até conseguem receber alta para voltar para casa", conta a clínica-geral Daniela Thomaz.

Nessa perspectiva, a espiritualidade pode ser um suporte importante para o enfrentamento do luto dos familiares diante do processo de adoecimento do paciente. Oferecer auxílio espiritual, independentemente da opção religiosa, é essencial para minimizar as dores do corpo e da alma. "A parte espiritual é um dos setores mais profundos do ser humano e se torna ainda mais importante num momento como esse. Por isso, não nos preocupamos apenas com a parte física, mas também com a emocional. Ao se sentir cuidado, a melhora do paciente já é perceptível", explica o analista de pastoral do Hospital Universitário Cajuru, Tiago Machado.

"Receber o diagnóstico de uma doença grave, não significa abrir mão da qualidade de vida", complementa Tiago. Mas é preciso fazer algo que quase ninguém quer fazer: pensar sobre a própria morte e se programar para ela. ”Conversamos com pacientes e familiares para ajudar a encontrar significado na dor e num momento tão delicado. Mesmo com pouco tempo para a preparação, fazemos de tudo para acolher a família. E, aos poucos, mostramos que pensar em como queremos morrer faz parte do viver", encerra.

COMENTÁRIOS

Neoenergia
Nome

# Na Hora do Brasil,1185,#ESG,1,#Futuro,1,#governança,1,#GreenPlac,1,#Hetrin #Acreditação #Saúde,1,#meioambiente,1,#sobradinhoDF,2,1 ano,1,1000° Altas,1,20 de março,1,61 99807-2015 Zap da Redação,1948,Abad,1,Abril Verde,1,Ação social,4,Acidentes,1,ACLS,1,Acolhimento,5,Acreditação,2,Administração,1,Adolescentes,1,Aedes aegypti,2,Afetivo,1,agro,1,álcool,1,alimentação saudável,5,Aline Sleutjes,2,Alta,2,Altas,118,Alzheimer,1,Ambulatório,5,Amor além do vidro,1,Amor cantado,16,ampliação,1,Aniversário,3,Aparecida de Goiânia,1,Aplicativos,1,Aprovação,1,Aprovado,1,Asas,1,asperbras,9,Asperbras.,1,Assessoria de imprensa,1,Assessoria e Comunicação,1,Assistência,1,Assistência social,2,atacadistas,1,atacarejo,2,Atendimento,5,atendimento médico,1,Atendimento psicológico,1,Atendimentos,4,Automobilismo,1,Automóveis,2,Avanços,1,Bactérias,1,Balança Comercial,1,Battle of Sotiras,1,Bebe,1,Bebê,1,beleza,1,bichinhos de estimação,1,Blockchain,1,bonolat,2,bonolat enriquecido,1,bonolat zero lactose,1,brasi,1,brasil,523,Brasil Certo,50,Brasilia,50,Brasília,872,brb,2,Brigada de incêndio,1,cachorro,1,cadeirantes,1,Caesb,1,Caiado,1,Caipirinha,1,caldeira,1,calor,1,Câmara de Comércio Brasil-Canadá,1,Campanha,1,Canadá,1,câncer,4,Câncer infantil,1,Capacidade produtiva,1,capacitação,1,capadr,1,Capital Projects Podcast,1,caravana do leite,1,Carnaval com sabor e saúde,1,Carolina Pepitone,2,carreira,1,casa nova,1,Casamento,1,CCBC,1,Ceia de Natal,3,Ceilândia,1,Central de monitoramento,1,Centro Cirúrgico,1,Centro Obstétrico,1,Certificado,1,cesta básica,1,chikungunya,1,Chocolate da Chef,100,chuva,1,chuvas,1,Cidades,686,Cinema,2,cirurgia,7,cirurgia de prótese,2,cirurgia ortopédica,2,Cirurgias,3,CLDF,2,CLT,1,Colaboradores,1,Colorretal,1,combate ao câncer de próstata,1,Comércio Exterior,1,comida na mesa,1,comper,3,Compliance,1,compras de mercado,3,Comunicação,1,Condomínios,166,conforto,1,congresso,1,Consultoria,1,Contador de histórias,1,Contratação,1,Contratações,1,Controlar,1,CoronaVac,1,coronavírus,102,Correção,1,corrupção,1,Covid-19,4,covid19,5,CPI dos Bingos,1,CRE,1,Creche,1,Creche Pingo de Ouro,1,Crescimento profissional,1,Criança,1,Crianças,3,CTVA,1,Cuidar e Amparar,1,culinária saudável,2,Cultura,19,Cyro de Melo,6,Delegado Cristiomário,1,Delmasso,4,dengue,2,dependência,1,Deputada,1,Deputada do Agro,1,deputada federal,1,deputadadoagro,1,Deputado Castelo Branco,1,Detran-DF,114,Dezembro Laranja,1,Dia C,1,Dia da Cachaça,1,Dia da Cerveja,1,Dia das Mães,1,Dia do Café,1,Dia do Hambúrguer,1,Dia do Queijo,1,Dia dos Namorados,1,Dia Internacional das Mulheres,1,Dia Mundia da Osteoporose,1,Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez,1,Dicas,144,Disciplina para vencer,1,distribuidores,1,Distrito Federal,586,Diversão na pandemia,1,Doação,2,Doação de Sangue,2,Doença,1,Down,1,drogas,1,Ecco,2,Ecco 18 anos,1,Economia,282,Educação,334,Eleições 2022,3,Emocional,1,empreendedorismo,6,Emprego,1,Empregos,2,Empregos no DF,4,Empresário,1,Enfermagem,2,entorno,1,equipe de segurança,1,Equipe multidisciplinar,1,Escola,1,Espirito Santo,99,Esportes,3,Estágio,1,estética,1,Eventos,210,Exames,1,executivo,1,Família,3,Fantasias,1,Farmácia,1,Festa,1,festa de aniversário,1,FESTA JUNINA,1,Festas,1,Festival de Fraldas,1,Fevereiro,1,Fevereiro laranja,1,Fevereiro roxo,1,Fibromialgia,1,Filme,1,Fintechs,1,Fisioterapia,2,fístula broncopleural,1,Flávia Arruda,1,Fonoaudiologia,1,força,1,Formosa,6,fort atacadista,20,Fórum Mulheres na Política,1,Fred Mayrink,1,frutas,1,Game,1,gastronomia,9,gato,1,GCN,1,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestores,1,Glaustin da Fokus,2,Goias,51,Goiás,110,Gratidão,1,Gravações,1,greenplac,3,Gripe,2,grupo asperbras,1,Grupo Pereira,1,Guiga Peixoto,1,Hanseníase,1,HCN,22,HEF,15,HEL,39,HESLMB,15,Hetrin,7,Higienização,1,Hospitais,16,Hospital,7,Hospital Estadual de Formosa,8,Hospital Estadual de São Luís de Montes Belos,1,Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano,1,HRL,31,humanização,1,HUTRIN,1,Ibaneis,1,Ilizarov,1,IMED,135,Importância,1,Inauguração,2,INCA,2,inclusão,1,Infraestrutura,1,Inovação,1,Internacional,4,Investimentos,1,IST,1,Izalci,1,Janeiro Branco,1,Janeiro Roxo,1,Jataí,1,JBS,1,Jornada,1,Jornalismo,1,Jornalista Paulo Melo,552,josé maurício caldeira,5,josé roberto colnaghi,2,Jovens,5,Juventude,2,kit escolar,1,Kit Higiene pessoal,1,lanche em casa,1,Laranja,1,ldo,1,Leandro Baccari,1,lei de diretrizes orçamentárias,1,leite bonolat,1,Leitos,3,Lesões,1,Leucemia,1,lide talks,1,liquidações,1,lista de compras,1,Lúpus,1,Luziânia,17,Maio Amarelo,1,Mãos,1,Marketing,1,Maternidade,2,mdf greenplac,1,Medicação,1,Medicamentos,1,Medicina,2,Médicos,1,melhoriasc,1,mercado,1,mercado de trabalho,4,mercado para deficientes,1,Mercado Pet,1,Mês da Mulher,1,método russo,1,Minas Gerais,49,Ministério da Infraestrutura,1,modernos,1,mulher,1,mulher empreendedora,2,multiplan,2,Mundo,264,Musica,1,música,1,Musicoterapia,1,Na Hora,392,Na Hora do Brasil,2993,Nascimento,1,Natal,3,Natal em família,1,natal milionário,1,Naura Schneider,1,Negócios,54,Neonatal,1,news,659,noticias,1314,notícias,1094,Novembro Azul,2,Novidades,1,Novo procedimento,1,novos leitos,1,novos produtos bonolat,1,Ômicron,2,OMS,2,ONA,2,Opiniao,110,OPINIÃO,217,oportunidade,150,Orientação,1,Ortopedia,1,ossos,1,Outubro Rosa,2,Paciente,1,pacientes,2,Painel,1,pandemia,11,Papai Noel,1,Páscoa,1,PCD,1,Pediatria,1,Pediátrica,1,Pedido de casamento,1,Perfil,1,pets em casa,1,Pfizer,1,Playtoearn,1,Podcast,1,Política,15,Portal Na Hora do Brasil,1054,preço baixo,1,prematuro,1,Prêmio,1,presente de Natal,1,Presidente Bolsonaro,1,Prevenção,3,Processo seletivo,1,Profissionais,2,programa FOCO NACIONAL,1,Projeto de Lei,1,Projetos de Capitais,1,promoção,1,Promoção de fraldas,1,promoção de verão,1,promoções,2,pronto-socorro,1,Prontuário,1,Prosperi,1,protagonismo feminino,1,Psicologia,2,Psiquiatria,1,Quick Trade Facts,1,readequação de leitos,1,Recém-nascido,1,Recorde,3,recorde de atendimento,1,Recuperação,2,Reencontro,1,Reforma,1,Regionalização,1,regulação estadual,1,Responsabilidade,1,reunião,1,Rio de Janeiro,49,Robério Negreiros,2,Roupas,1,Roxo,1,salários,1,São Luís,1,São Luís de Montes Belos,1,São Luís de Montes Belos atendimento médico,1,São Paulo,49,Saúde,166,Saúde Goiás,4,SBACV,1,Secretária,1,secretaria de saúde,1,Segurança,13,Segurança do Paciente,2,SES,2,Sesc,1,Setembro Amarelo,2,shoppings centers,1,Silvania Dal Bosco,2,Silvicultura,1,Simpósios,1,sleutjes,1,Solidariedade,2,solteirice,1,Soraya Thronicke,1,Sorteio,2,sorteio de brindes,1,sorteio de carros,3,sorteio de prêmios,2,Startups,2,sucos refrescantes,1,sudoeste goiano,1,superação,1,SUS,3,Sustentabilidade,1,Tarcísio de Freitas,1,Tecnologia,8,Terapia,1,Terceira Idade,1,token,1,tomografia,1,Torácica,2,Trabalho,5,trabalho para deficientes,1,Trânsito,1,transporte,1,Tratamento,1,Traumas,1,Triagem,1,Troco Solidário,2,Tuberculose,1,UCIN,1,Uniformização,1,UPA,1,Uruaçu,5,UTI,12,Vacina,1,Vacinas,3,Vagas,3,vagas abertas,1,Vagas em Brasília,1,valorização pessoal,1,Vander Aloísio Giordano,2,vander giordano,1,Vanderlan,2,varejo,1,Varizes,1,Vencer na adversidade,1,Verão,1,vida em equilíbrio,1,vida saudável,2,Vídeos,1,Vidro,1,Vigilância,2,vigilância motorizada,1,violência sexual,1,Visitas,1,Vitamina D,1,Voluntariado,1,Webinar,1,www.nahoradobrasil.com.br,931,zika,1,
ltr
item
Na Hora do Brasil: Cuidados paliativos: hospitais SUS encontram alternativas e se tornam referência no acolhimento a pacientes com doenças graves
Cuidados paliativos: hospitais SUS encontram alternativas e se tornam referência no acolhimento a pacientes com doenças graves
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEgfTjDm8s9rmL5KKia-Eh5_OOf9XkYQibcwD0qSLSFkutcre6_OvhHm2Z7gkCfH8nSctvHjYkqwFKibSDxN3BrepV4c4Php4_AJzuDQx79wJnBURy4KMZJWSy0ODjo4Kvpo4bcHLcJ10TKikyaLJ1agcSDcz_QwziwIa5ltAzaM-7x28OyBy-VZ1seYYw=s320
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEgfTjDm8s9rmL5KKia-Eh5_OOf9XkYQibcwD0qSLSFkutcre6_OvhHm2Z7gkCfH8nSctvHjYkqwFKibSDxN3BrepV4c4Php4_AJzuDQx79wJnBURy4KMZJWSy0ODjo4Kvpo4bcHLcJ10TKikyaLJ1agcSDcz_QwziwIa5ltAzaM-7x28OyBy-VZ1seYYw=s72-c
Na Hora do Brasil
https://www.nahoradobrasil.com.br/2022/01/cuidados-paliativos-hospitais-sus.html
https://www.nahoradobrasil.com.br/
https://www.nahoradobrasil.com.br/
https://www.nahoradobrasil.com.br/2022/01/cuidados-paliativos-hospitais-sus.html
true
7395722977831339503
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver Todos Ler Mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver TUDO RELACIONADAS TÓPICO ARQUIVO BUSCAR TODOS A busca não retornou respostas Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar TUDO Selecionar TUDO Todos os códigos foram copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Tabela de Conteúdo