A ARAUCO optou por uma linha de produção diferente das existentes até então no país, que se tornou um marco em termos de inovação para o setor florestal chileno. Créditos: Divulgação


Mesmo na pandemia, tecnologias de recondicionamento da planta de cozimento e de secagem de celulose permitiram bons resultados

Em 2017, a ARAUCO surpreendeu o mercado ao aprovar um ambicioso projeto para sua fábrica em Valdívia, no Chile. O objetivo era desenvolver um plano sustentável que permitisse à companhia avançar nos conceitos da bioeconomia. A ARAUCO optou por uma linha de produção diferente das existentes até então no país, que se tornou um marco em termos de inovação para o setor florestal chileno: a produção de celulose solúvel e têxtil. Esse tipo de polpa, de origem natural e renovável, caracteriza-se por sua alta capacidade de absorção de água e manutenção de cores e, devido às suas propriedades, incorpora na própria fibra agentes tecnológicos antibacterianos e à prova de fogo. Além disso, o material também serve como matéria-prima na fabricação de tecidos para a indústria têxtil, assim como papel celofane e filtros.

A Valmet forneceu as soluções que incluem o recondicionamento da planta de cozimento em batelada, com dois novos digestores, e a linha de secagem de celulose, que incorporou novos componentes na parte úmida e novos equipamentos para embalar os fardos de celulose.

Devido à delicada situação enfrentada pelo Chile com a Covid-19, equipes da Valmet tiveram de realizar os processos de forma remota. Especialistas da Finlândia, Suécia, Canadá e Brasil, por meio do suporte remoto, juntaram-se aos profissionais em campo, realizando atendimentos em diversas áreas e especialidades.  

Apesar do cenário complexo, graças à tecnologia aplicada no processo e ao trabalho em equipe das partes envolvidas, a partida foi realizada com ótimos resultados, atingindo rapidamente as metas de produção e qualidade. “Agregar valor aos processos de produção de nossos clientes é uma meta constante na Valmet. Continuaremos apoiando a ARAUCO com a combinação certa de serviços para cada etapa da linha de produção de celulose têxtil, agregando digitalização e automação”, afirma o gerente técnico de Operações da Valmet na Região dos Andes, Carl Mikael Stäl.

ARAUCO Valdívia

Atualmente, a fábrica de Valdívia possui capacidade para fabricar polpa de papel comercial e polpa têxtil, mas, no último ano, tem focado nesse último setor, em que a ARAUCO registrou um recorde de produção, com o produto denominado CREATE.

O gerente comercial de Negócios de Celulose da ARAUCO, Ricardo Strauszer, afirma que, graças à elevada qualidade do CREATE, a recepção do produto tem sido positiva junto aos clientes. “O comprometimento, tanto da equipe de Valdívia quanto das áreas florestal e comercial, foi fundamental para o sucesso do projeto. Os bons resultados significaram que todos fizeram um grande esforço para que tudo saísse da melhor forma possível, pois o processo é um todo: desde a forma diferenciada de manuseio da matéria-prima até o produto fina ”, analisa.

“Com a produção de celulose têxtil, todos nós crescemos. Hoje temos uma equipe com grande capacidade de aprender e com muita disposição para mudar”, finaliza o gerente da Fábrica ARAUCO de Valdívia, Manuel González.

Sobre a Valmet

A Valmet é líder global no fornecimento e desenvolvimento de tecnologias de processo, automação e serviços para os segmentos de celulose, papel e energia. A visão da Valmet é se tornar líder global no atendimento aos clientes. O escopo completo de fornecimento inclui fábricas de celulose, linhas de fabricação de papel, cartão e tissue, além de plantas para geração de bioenergia. Os serviços abrangem desde manutenção e peças de reposição até melhorias nas fábricas. Já as avançadas soluções em automação da Valmet englobam desde simples medições até projetos de automação completos em toda a planta fabril, otimizando o uso de matérias-primas e energia. A Valmet possui mais de 14 mil colaboradores em todo o mundo e, na América do Sul, opera com unidades em Araucária (PR), Sorocaba (SP), Belo Horizonte (MG), Imperatriz (MA) e Concepción, no Chile. Mais informações: www.valmet.com.br. 

Compartilhar:

Central Press

Comente:

Boazinhas